Meningite

A meningite é uma doença que ataca as defesas do organismo e passa a afetar negativamente o funcionamento das meninges, que são as membranas que envolvem o encéfalo, a medula e algumas outras regiões do SNC – sistema nervoso central, e realizam sua proteção, inflamando-as.

Ela se dá em três tipos, que são o causado por vírus, o que é causado por bactérias e o que é causado pela ação fúngica, e qualquer um dos citados pode levar à ocorrência de uma meningite crônica.

Introdução

Por se tratar de uma doença que pode ocorrer devido a diversos fatores, a meningite é uma das fontes de preocupação do governo brasileiro, que faz campanhas para a prevenção e tem métodos que facilitam o tratamento nas principais épocas onde ela ocorre, sendo a viral no verão e a bacteriana no inverno – devido aos meios de transmissão.

Sintomas

A meningite é uma das doenças cujos sintomas podem ser facilmente confundidos com os sintomas da gripe, fazendo com que o diagnóstico correto por meio de um profissional especializado seja crucial para que o tratamento possa ser eficaz.

A presença da doença pode ocasionar em sinais como a ocorrência repentina de febre que atinge de 37 a 38 graus, dores fortes na região da cabeça, uma rigidez na área do pescoço, falta de apetite e até mesmo náusea e vômitos. Pode-se também notar confusão mental nos pacientes que apresentam a doença, bem como a dificuldade ao concentrar-se.

As convulsões também podem indicar a inflamação das meninges, bem como o excesso de sonolência, a sensibilidade à luz, a presença de rachaduras e de manchas vermelhas na pele.

Causas

Dados os três fatores que podem ocasionar a meningite, é importante saber que as causas da mesma variam dependendo do tipo que afetar o indivíduo. É importante lembrar que a mais comum das meningites é a que se dá pela transmissão de vírus, mas há também as bacterianas e as fúngica.

Os vírus que causam a meningite podem ser encontrados em alguns alimentos, também pela água e por meio do contato com objetos contaminados, e a ocorrência desse tipo é muito mais frequente no período quente do final do verão e no início da estação do outono.

As infecções no ouvido também podem desencadear a presença de meningite, e os fatores de risco incluem a gravidez, os fatores que prejudicam o sistema imunológico, as crianças até cinco anos e os adultos por volta dos vinte anos, bem como a frequência de contato com ambientes fechados e com muitas pessoas.

Tratamento

O tratamento da meningite irá ser diferente para cada tipo da ocorrência da doença, portanto, a maioria das vezes não requer o uso de medicamentos nem o acompanhamento médico ao longo do processo, sendo que a hidratação do organismo e remédios utilizados para amenizar as dores causadas pela doença são os mais comuns, juntamente com o repouso.

Para a meningite causada por bactérias, a administração de antibióticos é imprescindível, e é absolutamente necessário o acompanhamento médico para evitar que quaisquer danos maiores à saúde possam se apresentar ao longo do tratamento – o remédio também será administrado de acordo com a bactéria que estiver causando a doença.

Nos casos de meningite causada por fungos, se torna necessário avaliar qual o fungo causador da mesma para conseguir administrar os remédios antifúngicos apropriados, e, dado o fato de que a maioria desses medicamentos apresenta efeitos indesejados com o seu uso, o acompanhamento médico se torna ainda mais crucial.

A duração do tratamento e as medidas adicionais que serão tomadas pelo paciente ao longo do mesmo podem apenas ser estabelecidas por um médico especializado, portanto, ao notar o aparecimento dos sintomas, busque por ajuda o mais rápido possível.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)

Loading...

Talvez você se interesse por:

Este artigo foi lhe útil? Clique no G+1. É muito importante para nós!